Notícias

Conheça os principais equipamentos usados pelos vigilantes na segurança privada.

11 de abril de 2019, por Leonardo
Conheça os principais equipamentos usados pelos vigilantes na segurança privada.

As atividades de vigilância são passiveis de atualizações e mudanças legais, e por esse motivo empresas têm terceirizado cada vez mais essa função. Dessa forma, há um trabalho mais especializado na segurança privada, ajudando as empresas a economizarem tempo e atenção para as alterações que ocorrem frequentemente.

Para a proteção da sua empresa, o vigilante tem um papel muito importante, e para isso é necessário a utilização de equipamentos que o auxiliam nas tarefas e na segurança. Para isso, existem normas referente ao uso dos mesmos para os vigilantes de acordo com a Portaria 3.233/2012-DG/DPF. Alguns desses equipamentos são obrigatórios, e outros não. Mas quais os principais equipamentos usados pelos vigilantes na segurança privada?

Continue a leitura e saiba mais.

Comunicação

Para que seu patrimônio possa ser bem observado e controlado, aparelhos de comunicação são necessários para que haja uma melhor execução do trabalho. O rádio é um dos equipamentos mais utilizados pelo vigilante em seu trabalho, pois ele permite uma comunicação ágil, mais efetiva e diminui possíveis erros em casos de emergência.

Ele é essencial para a comunicação entre vigilantes ou entre o vigilante e seu supervisor. Dessa forma é possível se comunicar facilmente sem precisar sair do seu posto e tomar decisões emergenciais caso necessário.

Para o seu uso, é necessário que todos saibam quem será o responsável por cada item.

Monitoramento

Com a evolução da tecnologia foi possível melhorar ainda mais o trabalho do vigilante. Através de equipamentos mais modernos, o monitoramento se tornou mais eficiente, trazendo resultados produtivos. O bastão de ronda é um exemplo fundamental no trabalho de monitoramento de rota que é feita pelo vigilante. Atualmente, através do bastão real time, é possível ver em tempo real se mais de uma pessoa realizou a rota simultaneamente ou se a mesma não ocorreu.

Outro equipamento para o vigilante que tem ganhado popularidade na segurança privada é o vigia alerta. O vigia alerta nada mais é que um sistema que emite um alarme com determinada frequência para que o vigilante se aproxime com seu crachá no dispositivo, mostrando que está atento e presente no trabalho.

O botão do pânico é outra opção disponível para o vigilante, que ao disparar um alarme (silencioso ou sonoro), inibe a ação de um invasor. Dessa forma, a empresa de monitoramento será comunicada e poderá tomar as decisões adequadas, como por exemplo enviar uma viatura de apoio ou pedir ajuda policial.

Veículos

Alguns veículos também são importantes e ajudam na segurança privada, principalmente em locais de grande área. Os veículos comuns mais usados são carros e motos, porém bicicletas, quadriciclos e vans também podem ser usadas para garantir a proteção do seu patrimônio. Atualmente, o segways (veículos de duas rodas lado a lado) também são bastante utilizados e importantes para uma ronda motorizada.

A escolha do veículo vai depender das atividades que vão ser realizadas e do espaço onde ocorrerá a vigilância. Para espaços menores e com boa pavimentação, a bicicleta é um veículo recomendado. Já para locais mais amplos, motos e carros são excelentes opções.

O vigilante conta com veículos para que haja um maior monitoramento, além de uma maior agilidade na varredura do local, o que gera uma ação mais rápida e eficaz nas situações que possam acontecer. É importante lembrar que para dirigir os veículos motorizados, o profissional deve ter a carteira de motorista correspondente à categoria.

Armas

Para o trabalho do vigilante, é considerável saber qual o tipo de serviço e ambiente ele estará para a escolha do armamento apropriado. Para isso, todo o tipo de armamento deve ser aprovado pela Polícia Federal e precisa de um tratamento adequado, como a limpeza e a manutenções  periódicas.

O spray de pimenta, a arma de choque e o cassetete também são equipamentos que podem ser usados pelos vigilantes. Já o colete de balas também deve ser fiscalizado pela Polícia Federal.

Para a utilização de qualquer tipo de equipamento citado acima, é necessário que os profissionais sejam qualificados, treinados e cumpram os requisitos legais para que possam exercer um bom trabalho. Também é indispensável possuir a CNV (Carteira Nacional de Vigilante) sendo renovada a cada 04 anos.

A Anjos da Guarda conta com uma equipe capacitada que passa por treinamentos constantes para a proteção do seu patrimônio através da vigilância patrimonial. Solicite um orçamento online.